GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

sábado, 22 de outubro de 2016

LIBÉLULA DO AMOR

LIBÉLULA DO AMOR

" Acredita-se que duas libélulas emparelhadas representam o amor e a maturidade. "

Somente
Delírio de desejo
E o corpo quente
Nas tuas mãos
A luxúria do beijo
As pernas poço tentação
Sacrifícios e rituais pagãos
O feitiço excitação
A estremecer endurecida
Sob olhar sedução
A trémula pele humedecida
Em vaivém de espasmos
Um torpor de orgasmos
Libélula a vibrar
Carnal apetecida
Nos dedos a esvoaçar
Entorpecida
Sobre um rio de tesão
A boca a pulsar
Águas mornas a escorrer
Endoidecida
Num meigo querer
Dolente ofegar
Ao remo da mão
Em voo de prazer
Maturidade
Loucura de sentir
Enfurecida
Num voo de vontade
Quase vir
Ternura gozação
Quase furor
Arrebatar intimidade
Quase rendição
Cumplicidade
E consentir
O amor
...
musa

2 comentários:

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Delícia de poema....
A intimidade consentida, criada, elaborada, construída....
Delícia!!!!!!!!!

MUSA RENASCENTISTA disse...

Grata pelo sentir
Carinho poético PDR :)