GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

sexta-feira, 22 de junho de 2012

MOLHE EXCITAÇÃO



Do mar à terra
Assoreado em mim
Quebra-mar do desassossego
Húmida excitação no molhe
Provocação sem fim
O teu sentir escolhe
O meu segredo
Feito em mim
Desejo

Ondas bravias da tua boca
Vagas altivas num louco beijo
Doces fantasias deixam-na louca
Batem no cais da inquietação
Essa tempestade que prevejo
Levantar-se das águas um furacão
Beijos de língua a roçar no paredão
Quebram impetuosidade do meu sentir
Fazem bramir o fogo do vulcão
Em intenso tempestivo prazer

Obrigam o meu desejo a pedir
Não pares… mais e mais
Lambidelas fatais
Até o mar desfazer
Vagas sensualidade
Deixando acontecer
Louca tempestade
Raios de enfurecido trovão
Mar humedecido
Terno sentido
Provocação

Iluminada pele pelo teu olhar
Doida emoção
Prestes a naufragar
Nesse denso prazer
Vagas presas em loucura
Doce molhe de sedução
Quebra-me de ternura
Onde levas tua mão
Onde querer
Te procura
Excitação
musa

3 comentários:

Glande disse...

muy bonito, me gusto mucho

Natalia Nuno disse...

Foi um prazer a visita.

Beijos

Amanteceres disse...

He venido a quererte, a que me digas tus palabras de mar y de palmeras.(Carmen Conde)
¡FELIZ VERANO!
Un beso desde mis Amanteceres