GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

URGÊNCIA DO AMOR

Urgência de amor
São duas pernas envoltas em malha vidrada
As meias de liga negras viscosas brilhantes sedosas deslizantes
Do jeito apertado, juntas, se encolhendo, em movimentos alternados e constantes
A pele humedecida, suada, quente, arrepiada
E a ponta dos dedos, endurecidos, entumescidos, avolumados
Irrequietos, desassossegados, atrevidos, delirantes
Vagarosamente subindo, joelhos, coxas, virilhas
Sentindo estremecer, endoidecer, tremer, sacudir
Entre os braços, envolvendo, se rendendo, cedendo, como duas bandarilhas
Ao auge do prazer da excitação até se vir
No êxtase delirios de todas as maravilhas
Em urgente desejo de loucura e amor
No fogo aceso de um beijo
Sem pudor
...

musa

2 comentários:

Pedro M disse...

Ahhh... minha querida Musa...
A perfeita descrição da urgência do desejo...
Um beijo

MUSA RENASCENTISTA disse...

um beijo...