GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

ESTE AMOR ODOR – (Anamárium…)


Pele que cobre a minha pele
Este amor odor
Este sentir adocicado quase mel
Pele com pele quando fazemos amor
Favos de odores impregnados
Em desejo pleno tremor
No corpo tatuado de ti
Corpos docemente suados
No calor que já alguma vez senti
Aromas óleos unguentos
Ervas pétalas amassadas
Em caricias tormentos
Nos teus beijos destiladas
Sabor da tua boca a tabaco
Cheiro de cio em profusão
Sutil discreto delicado
Teu perfume sedução
Teu olhar secreto opaco
Teu sexo possante tesão
Na boca o beijo provocado
A vontade na tua mão
Em sensual iniciação
Rubra intimidade
Flor felicidade

Notas de Saída (Cabeça)
Sinto a tua partida


Notas de Coração (Corpo)
És já uma paixão

Notas de Fundo (Base)
Este sentir profundo

És a alma o perfume
És a vida o meu mundo
És confiança e ciúme
Aroma por descobrir
Odor amor fecundo
Na tua minha pele por cumprir
musa

2 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Sensualidade ao rubro.
Belo poema, gostei.
Beijo.

MUSA RENASCENTISTA disse...

Grata imensamente Nilson Barcelli

na partilha sensual de doces diálogos poéticos...

Beijos de Poesia

musa