GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

SAUDADES E DESEJO

SAUDADES E DESEJO

Saudades são ténues fios
que se vão quebrando com o silêncio
e a frieza do sentir...
sobra a distância...
e o desejo

Do amor à fragrância
Das ausências e dos vazios

Latitudes do sentir
Coordenadas de um beijo
A direcção de um abraço
Sinais da vontade
Trilhos dos sentidos
Uma mão a consentir
Encurtar distância e espaço
Movimentos de cumplicidade
A ofegar de cansaço
Toques e gemidos
Doces sensações
Da intimidade
E do tempo
De existir

Num verso
Numa caricia
Num olhar
Permitir
Além do pensamento
E da realidade
Do mais profundo do universo
O silêncio disperso da saudade
Com malícia e delicia
Poder cheirar beijar tocar
Além do sentimento
Muito além do amar
Na distância contra tudo e contra o tempo
Além do perdoar
O absurdo do desejo
Quebra-se num beijo
...
musa 

2 comentários:

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Lindo o poema...
Nem tive como replicar em poemas...
Te mandei um email!!!

MUSA RENASCENTISTA disse...

Obrigada... Vou ver
Beijo da musa <3