GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

terça-feira, 29 de julho de 2014

NOCTÍVAGA EVASÃO

Resgatada do êxtase adormecimento
Das trevas ruminante cativa
Desperto dos teus dedos em estremecimento
Em gozo trêmulo vibrante esquiva

A mão invadindo sonhos em loucura
Mergulha no rio brando da obscuridade
Segrega entre espasmos gemido que perdura
A fonte do prazer escorrendo humidade

Noctívago desejo com fome de te sentir
Porque vieste na evasão dos sonhos em movimento
Casto sentido que o tempo parece proibir

Que perigo pecado impede razão de acontecer
O que num abraço é quase sentimento
Que a cada olhar fazes estremecer
...

musa

2 comentários:

Anónimo disse...

Será sempre no abraço que tudo começa
Nos olhos alegres, o desejo estampado
Nos sorrisos a entrega que se processa
De tantos sonhos que se tinham guardado

Será sempre no encontro de vontades
Na pausa doutras vidas em suspenso
Num breve momento matar as saudades
E nos corpos um pendular-movimento

Será sempre quando tiver de ser
Num alinhamento anelar de vontades
O encontro das vontades de viver
O desejo que se veste de saudades


Pedro

MUSA RENASCENTISTA disse...

... beijo da Lupina...