GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

DESEJO

O desejo é somente
O peso altivo dos seios duros
Na mão em concha que os segura
E a vontade louca que perdura
Nos bicos rijos e maduros
Da pele húmida e quente
O desejo é o teu olhar imaginado
Perante a dócil nudez
Da alma despida
O desejo nos teus lábios murmurado
Que o meu beijo nunca desfez
De língua provocante atrevida
Desejo é despudor sensualidade
As tuas mãos sobre o meu corpo ardente
Todo entregue na tua vontade
Que o meu com o teu consente
E deixa-se ter domado de loucura
Por uma fome voraz nascente
Ao teu olhar onde ainda perdura
Desde o primeiro instante
O teu gozo de amante
Que de desejo me tortura
E me faz tanto te querer
Para sermos somente
Sempre puro prazer
Que corpo e alma sente
...

musa

1 comentário:

Orlando N. disse...

Ardente o desejo presente nos seus poemas, vivo na alma e no corpo. Excelente espaço. Acompanharei com prazer. Um beijo, lindo dia

O.
http://jardins-suspensos-da-babilonia.blogspot.pt/