GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

ESPERAR OS TEUS BRAÇOS

... esperarei sempre por ti...

ESPERAR OS TEUS BRAÇOS

De que é feita a saudade
Que tempo arrasta serenamente
Por horas de espera tão quietas
No colo da conformidade
Docemente
Incertas

Esperar os teus braços
Por um todo e não metade
Na quietude dos cansaços
Do teu corpo a unidade
Que me dá a razão
Dessa felicidade
Desses abraços
Dessa paixão

E nessa tríade
Esperar te é viver
A certeza do prazer
Do afago da ternura
Do abraço da aventura
De tão grande emoção
Uma espera excitação
Para explodir de loucura
Em sentir e sedução
Num aperto de doçura
...

musa

2 comentários:

Jorge disse...

Arrebatador! Poema deliberadamente libidinoso.
Um tesão!

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

O doce delírio
De te esperar
É o doce martírio
De te sonhar.

Teus abraços
E teus braços
Por inteiro ou metade
É o anseio de minha vontade....

Belo poem o teu Musa...
Posso te seguir????