GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

quinta-feira, 29 de março de 2012

GÉISER DE SENTIDOS

Erupção caudalosa
Em flagrante flamância
Língua perigosa
Líquida substancia
Geiser de sentidos
Suor fragância
Flamante furor
Fluidos e gemidos
Prazer de amor
Os dois perdidos
Em espontânea poesia
A tua respiração
Doce fantasia
Fumo tesão
Louco vapor
Terno ardor
Prende asas
No torpor
Escaldantes brasas
Adoçam a pele
Humedecem de mel
Corpo vulcão
Doida erupção
Feito o amor
Húmida excitação
Fogo sensação
Sede de calor
musa

2 comentários:

Filipe Campos Melo disse...

um bom ritmo, como tua poesia sempre tem
num todo sensual

Já tinha saudades de te ler

Bjo.

MUSA RENASCENTISTA disse...

Grata pelo teu sentir...

ao ritmo da sensualidade deixo beijos erotizados poesia...

musa