GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

sexta-feira, 23 de março de 2012

PENUMBRA ORAL



No labirinto das sombras
Oralidade da penumbra
Luz desejo arder
Escuridão devassa
Abocanha tua caça
Endoidecido prazer
No escuro lamber

Odor que excita
Aroma liberto
Cheiro quente
Êxtase supremo
Rio de cio
Selvagem secreto
Devaneio sereno
Doce escorregadio
Olhar que sente
Perfume de feno
Lugar discreto
Húmido sombrio

Saciando libido do ser
Bebes na fonte do prazer
Das sombras endoidecer
Poro a poro a tremer

Flor a enrijecer
No falo língua puro tesão
Contrair estremecer
Em sombria excitação

Desejos de te sentir entrar
De me lamber e penetrar
Docemente devorar
Contração encanto sedução
Arte da boca no amar
Endoidecida emoção

Clímax orgasmos múltiplos
Rio de águas purificadoras
Nas tuas mãos dominadoras
Sagrada explosão

Sussurros gemidos
Louca sensação
Provocar assim
Todos os sentidos
Até ter um fim
musa

2 comentários:

Anónimo disse...

sentir o cheiro
beber o teu sumo
ouvir os teus sussuros de prazer
ao meu toque
que tesão
fatias

MUSA RENASCENTISTA disse...

Sabes que sim...

sabes que trazes emoção ao meu sentir... trazes sensualidade à flor das palavras na excitação do prazer imaginado...

sabes que afloras de loucura o rio que nasce no teu desejo feito cheiro aroma odor de cio no sussurro tesão do teu querer...

Moro misterioso...

beijo caliente da musa