GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

quarta-feira, 30 de março de 2011

FALO DO MARQUÊS

Saudades tuas
Percorrer teu corpo inocente
Fervendo nas minhas mãos nuas
A tua pele salgada e quente
A tez morena feita de cetim
Teu olhar que ainda não conheço
Tua meiga voz presa em mim
Teu beijo onde desfaleço
E quero ficar até ao fim
Teu falo que não esqueço
E calo por dentro
Este meu alento
Súplica sentida
Atrevida

Quero-te outra vez

Entregue consentida

No mesmo lugar talvez
Onde tanto te senti
E em desejo pedi
Teu falo adentro
No momento
De te sentir
Quase vir
Fluir

Éramos os dois num só inteiro

Eu a tinta tu a pena e o tinteiro

Abocanhados entregues submissos
Sexos empapados suados ouriços
A derme eriçada de louco prazer
Em febre escaldante de loucura
Por fim deixamos acontecer
Nosso enlace de ternura
Nossa derradeira aventura
Desfeita em doce tesão
Assumida procura
Eleita iniciação
Paixão de amantes
Próximos distantes
Doidos de emoção
Apaixonantes
musa

1 comentário:

pitusa38 disse...

Precioso blog, ya te sigo, un beso