GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

terça-feira, 28 de junho de 2011

PRECE

… de inconfessáveis desejos
Confessa-te por palavras
Porque…
De joelhos serás absolvida
Na loucura em prece de beijos
Vertendo cascata de águas
De uma fonte incontida
Santificada no peito
Deitada no leito
Santificada no sexo
Suave amplexo
Santificada em nádegas largas
Onde deito minhas amarras
Santificada na boca
Húmida quente e louca
Onde beberás do corpo ardente
Agarrada pelos cabelos na mão
Olhos cheios com exigências
Íris a abarrotar de fantasia emoção
Sorverás deleite da minha semente
Caprichosa a todas essas cedências
Não de absolvição mas de absorção
De quem goza vibra e sente
Enquanto te ordeno doce ordenhar
Amanses meu louco tesão
Emotiva santificada sedução
Em profundo prazer alcançar
Dócil táctil dolente
Te digo suplico pedindo
Murmurando confidente
Encheres boca para lá da garganta
Num vaivém trémulo consentindo
Essa vontade que é tanta
Tanta mas tanta
Se insurgindo
Vindo e vindo
Se sentindo
musa

1 comentário:

Carlos Leite disse...

O seu blog é fantástico! Ainda não consegui formar uma opinião completa sobre si... Ainda não li tudo, mas do que li, está óptimo!!! Muitos parabéns e, obrigado por partilhar connosco a sua arte!
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com