GRÃO DE MALÍCIA

A minha foto
Miramar, Norte, Portugal
GRÃO DE MALÍCIA … poemas escritos de desejos e divagações... onde está a poetisa... que vai escrever os poemas memórias de sentidos tidos… onde está a poetisa...que escreve poemas, nua ao pé da cama, que os interrompe para beber inspiração? … sou apenas quem está mesmo por detrás de ti... com a boca colada ao teu ouvido, segredando-te pequenas coisas que tu sentes...de olhos fechados. ana barbara sanantonio

sábado, 22 de janeiro de 2011

FANTASIA

Esperada sobre a cama
A porta aberta ao desejo
Inócuo tesão se oferece
Teu ferrão reclama
Fogo no beijo
E nas mãos se tece
Doido ensejo

Assim de momentos
Nos fazemos fantasia
Em secretos pensamentos
A começar na escadaria
Frente ao mar revoltado
Águas nos querem beijar
Consumidos em pecado
Em consentido abraçar
Gozamos sentido guardado
Para mais tarde realizar

Puro sexo fantasia dócil amar
Há por dentro vontade de ser
Entre quatro paredes ficar
E deixar acontecer

Quarto de hotel ou motel
Esperam nosso primeiro acto
e não é dança de pés debaixo da mesa
olhares perdidos quase desencontrados
podes crer que é de certeza
dança de sentidos loucos ousados
mãos  trémulas desorientadas
pele com pele em desvario
nossas bocas atrapalhadas
mar enchente fluido cio
teu mastro em húmido rio
tua boca em desassossego
só de poesia me desinquietas
e por dentro me despertas
actriz de sensual enredo

por cima da mesa meu pé te espera
cai o pano do primeiro acto
nesse palco quero ver-te
dentro de mim desespera
esta vontade que exaspera
este querer ter-te
é um facto
musa

1 comentário:

Antonio Mariani disse...

Irrefrenabili fantasie erotiche le tue parole; sempre molto brava!
antonio